Casal dos EUA doa 3 mil euros à Associação Portuguesa de Deficientes

A delegação regional da Associação Portuguesa de Deficientes recebeu ontem material, no valor de 3000 euros, um donativo de um casal norte-americano que esteve na Madeira na altura da intempérie de 20 de Fevereiro de 2010.

Muletas, andarilhos, aparelhos para medir a glicemia e outros materiais, no valor de 3000 euros, foram entregues ontem à delegação regional Associação Portuguesa de Deficientes (APD) pelo grupo municipal do PSD, do Funchal.

Em declarações à comunicação social, Marisa Santos, deputada municipal, explicou que o donativo foi enviado por um casal norte-americano que esteve na Madeira no temporal de 20 de Fevereiro de 2010 e quis dar um contributo às pessoas mais desfavorecidas.

Aqui temos um conjunto de material que penso que a seu tempo irá ter a sua utilidade. O senhor Jorge Chacon entrou em contacto connosco enquanto grupo municipal do Funchal e nós apenas demos seguimento à entrega do material”, explicou Marisa Santos, acrescentando que o grupo teve algumas dificuldades para levantar o material na alfândega.“Deparamos-nos com algumas dificuldades a nível da alfândega, porque apesar da nossa insistência e de uma declaração que fizemos que este material destinava-se, exclusivamente, a fins sociais que era um acto de filantropia para ajudar pessoas necessitadas quiseram-nos cobrar um valor muito elevado na alfândega”, esclareceu.

Apesar dos contratempos tudo acabou bem porque o casal americano pagou os custos da alfândega e foi possível levantar o material que foi entregue a APD. Agora esta associação vai segundo explicou o seu presidente Filipe Rebelo distribuir os equipamentos que recebeu por cidadãos mais carenciados. F.S

 

Pin It on Pinterest