“É preciso qualificar misericórdias e IPSS”

 

Qualificar as misericórdias e as IPSS é objectivo do programa “Qualificar o Terceiro Sector”.

Qualificar as misericórdias e as IPSS é objectivo do projecto “Qualificar o Terceiro Sector”, promovido pela Associação Empresarial Portuguesa (AEP), cuja apresentação decorreu esta tarde, no auditório do Centro de Segurança Social da Madeira. Em declarações aos jornalistas, Maria da Saúde Inácio da AEP explicou que é fundamental qualificar às misericórdias e as IPSS.

“Este é programa de qualificação da economia social para terceiro sector, misericórdias, IPSS e centros paroquiais que consiste em iniciativas de formação e de consultoria, durante um período de cerca de 12 meses, onde é feita uma intervenção nas instituições”, esclareceu, acrescentando que esta formação pretende trabalhar duas dimensões, por um lado a profissionalização da gestão das entidades e o desenvolvimento enquanto organização, e por outro lado fazer a formação dos seus colaboradores.

Esta responsável adiantou que o trabalho irá para o terreno no decorrer desta semana em oito instuições da Região, quatro misericórdias e quatro IPSS. O objectivo do projecto é chegar a 20 instituições na Madeira. Maria da Saúde Inácio espera que até ao final do mês mais instituições se inscrevam. O projecto não têm qualquer custo para as instituições porque é 100% financiado pelo programa da União Europeia RUMOS.

A directora regional da Qualificação Profissional, Sara Relvas, destacou a importância do projecto e apelou à participação das entidades que estão ao serviço da economia social, nomeadamente, casas paroquiais, misericórdias e IPSS.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest