Produção de banana aumentou (VÍDEO)

Só no ano passado foram plantadas mais de 23 mil bananeiras.

O secretário regional do Ambiente e dos Recursos Naturais visitou, esta tarde, uma exploração agrícola no sítio da Ribeira Funda, localizado na freguesia do Estreito da Calheta.

Ocupando uma área de cerca de 16 mil metros quadros, a referida exploração foi construída num terreno com um elevado declive, o qual esteve cerca de 40 anos votado ao abandono.

Após adquirir estes terrenos aos seus diversos proprietários decidi fazer aqui uma exploração agrícola dedicada à produção de banana. Já estou aqui desde Agosto de 2010, sendo que o projeto propriamente dito começou em Março de 2011. A primeira produção de banana deverá ser lá para Junho ou Julho”, apontou José António Pereira, acrescentando que o local está dotado de muitas nascentes de água.

Por sua vez, Manuel António Correia destacou que a referida exploração é “mais um bom exemplo” de empreendedorismo e de capacidade empresarial, bem como constitui um ótimo exemplo de luta contras as dificuldades de orografia.

Esta exploração é simultaneamente tradicional, estão aqui os nossos poios e os murros tradicionais, mas também utiliza métodos modernos através da mecanização, da rega automática, dos armazéns e da assistência técnica”, frisou o Governante.

Aquele responsável realçou, ainda, que a exploração agrícola hoje visitada contribui também para o crescimento económico na área da agricultura. “Só esta exploração vai aumentar a produção de banana em cerca 66 toneladas por ano, bem como vai permitir pagar rapidamente o investimento que está aqui feito”, afirmou.

Desta forma, o referido investimento foi de cerca de 309 mil euros, sendo que 55% desse valor corresponde a apoios a fundo perdido do Governo Regional e da União Europeia.

Manuel António garantiu, ainda, que o sector em causa encontra-se bem. “Desde a criação da Gesba passou-se a pagar a tempo e horas, o que tem feito crescer o sector da banana”, observou.

O governante destacou mesmo que só em 2011 foram plantadas cerca de 23367 plantas de bananeira, sendo o maior número desde que há registos. “Esse valor superior a 23 mil plantas é o maior desses registos que são de 1992”, sublinhou.

Manuel António considera que esse crescimento deve-se ao facto dos produtores acreditarem no sector. “Esse crescimento é importante para quem aposta, mas também é importante para a economia da Madeira, porque o essencial da produção é para exportação”, indicou, acrescentando que a produção de banana envolve cerca de 2800 agricultores.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare]

[twitter]

Pin It on Pinterest