Prémio Fernão de Ornelas premiou dois projetos [VÍDEO]

O projeto de rede de restaurantes sustentáveis e o projeto de gestão de energia da Universidade da Madeira foram os vencedores do Prémio Fernão de Ornelas.

O Prémio Fernão Ornelas promovido pela Câmara Municipal do Funchal foi atribuído esta tarde, por Miguel Albuquerque a dois projetos, um sobre a criação de uma rede regional de restaurantes sustentáveis recorrendo à utilização de produtos biológicos e outro sobre a gestão de energia do edifício da Penteada, da Universidade da Madeira. A cerimónia de entrega do prémio decorreu no salão nobre da autarquia e o presidente da CMF assegurou que os dois projetos são viáveis.

“Os dois projetos são completamente exequíveis um deles eu até já disse à vencedora que está escrita para uma horta urbana, que mal seja atribuída a horta vou pedir-lhe para ser uma das monitora em termos do espaço da agricultura biológica”, afirmou o edil. Já, no que concerne ao projeto de gestão de energia na UMa Albuquerque salientou o facto deste ser bastante económico e de ajudar a poupar energia e dinheiro e lembrou que a câmara tem um projeto semelhante nesta mesma área, o objetivo é reduzir energia e poupar dinheiro nos parques de estacionamento e nos edifícios camarários recorrendo a lâmpadas de baixo consumo conhecidas por leds.

Vanda Cristóvão recebeu o prémio pelo projeto de rede de restaurantes sustentáveis, e Adriano Lopes, António Carvalho, Filipe Oliveira e Morgado Dias, com a gestão de energia da Universidade da Madeira. Os vencedores dividem os 5000 euros do prémio atribuído, ou seja, 2500 euros por projeto. Esta segunda edição do Prémio Fernão de Ornelas versou sobre o tema “Inovação Tecnológica no âmbito da Área Social”.

 [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest