Oposição reprova actuação de Mendonça

Em causa está o facto do presidente da Assembleia Legislativa ter decretado intervalo no momento em que Carlos Pereira se preparava para fazer a defesa da honra.

Após um intervalo, os trabalhos parlamentares recomeçaram. No início do segundo tempo o deputado do PTP, José Manuel Coelho, pediu para fazer uma intervenção em defesa da honra. Em causa está o facto do líder parlamentar do PSD, Jaime Ramos, ter chamado a uma série de deputados da oposição de “ladrões”.

Coelho Aproveitou o momento para questionar Jaime Ramos para onde é que foram os 4,4 milhões de euros do ‘jackpot’ da Assembleia.  O deputado do PTP acusou ainda que a referida verba foi desviada para a Fundação Social Democrata.

Defendendo a sua honra, o líder da bancada do PSD acusou Coelho de usar as verbas do ‘jackpot’ para ‘proveito próprio da sua família’ em vez de entregar uma parte ao PTP a nível nacional.

Já o deputado do PS, Carlos Pereira, desafiou Miguel Mendonça a ter o mesmo procedimento para com os deputados do PSD à semelhança do que acontece com os restantes partidos da oposição.

Registe-se que toda a oposição protestou contra o facto do presidente da Assembleia Legislativa ter decretado intervalo no momento em que Carlos Pereira se preparava para fazer a defesa da honra.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest