CDS discorda da contratação coletiva de médicos

Centristas mostram-se preocupados com a contratação coletiva de médicos na Região.

O grupo parlamentar do CDS/PP esteve reunido, esta tarde, com o Sindicato Independente dos Médicos (SIM). No final do encontro a deputada centrista, Isabel Torres, afirmou que o SIM mostrou-se preocupado e manifestou “a sua revolta relativamente ao SESARAM ter renunciado a 3 de abril a contratação coletiva dos médicos, caso único no país.

“O CDS manifestou a sua enorme preocupação e sendo o maior partido da oposição adiantou ao SIM que fez uma proposta na Assembleia Legislativa Regional para se constituir uma comissão de inquérito parlamentar à gestão financeira e a direção clínica do SESARAM e do IA-SAUDE. E a fundamentação dessa comissão genericamente por dizer-se que é a preocupação do maior partido da oposição de como se prática e que condições têm os profissionais de saúde, médicos e enfermeiros relativamente à prestação desses mesmos cuidados”, apontou a deputado centrista.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest