PS requer agendamento de debate protestativo

Socialista querem que a Assembleia reabra, o mais rápido possível, para que seja discutido o estado da Região.

O líder do grupo parlamentar socialista, Carlos Pereira, anunciou esta manhã, em conferência de imprensa, que o seu partido vai entregar um agendamento de debate protestativo, um agendamento obrigatório, que tem como objetivo “chamar o Governo Regional para discutir o estado da Região”, no Parlamento Regional. “Com a abertura da assembleia é indispensável que se discuta o estado da Região e os caminhos alternativos que temos para sair deste descalabro em que o governo de Alberto João Jardim nos colocou”, criticou.

Carlos Pereira considera que é inaceitável que com tantos problemas graves que a Madeira está a viver, nomeadamente o aumento do desemprego, as falências de empresas, e a suspensão das transferências do Plano de Ajustamento Económico e Financeiro a Assembleia esteja fechada há quase dois meses. “Nós não entendemos como é que a Assembleia continua de portas fechadas perante esta situação. É preciso continuar a pressionar para que a Assembleia faça o seu papel e de uma vez por todas contribua para resolver os problemas graves da Região”, advertiu o socialista.

O parlamentar referiu ainda que “passou mais um dia e não veio nem um cêntimo de Lisboa no âmbito do Plano de Ajustamento Económico e Financeiro e nós não sabemos as razões porque as transferências estão suspensas, sabemos sim que Alberto João Jardim e o PSD não foram capazes de pôr em funcionamento esse plano”, que garantia segundo os sociais-democratas a resolução de todos os problemas da RAM.

 [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest