Chamar a atenção para os problemas dos cidadãos invisuais

É um dos objetivos do Dia Mundial do Braille, efeméride que se assinala hoje.

brailleO Dia Mundial do Braille, data que assinala o trabalho desenvolvido Louis Braille, tem como objetivo principal despertar a atenção da sociedade para os problemas dos cidadãos invisuais.

Depois de uma infeção que o levou cegueira total, Louis Braille conseguiu desenvolver, aos 20 anos, um alfabeto com combinações variadas de 1 a 6 pontos que, hoje em dia, continua a ser utilizado como método oficial de leitura e escrita para os invisuais.

A partir dos seis pontos salientes, é possível fazer 63 combinações que podem representar letras simples e acentuadas, pontuações, algarismos, sinais algébricos e notas musicais. Como as 63 combinações não cobrem todos os símbolos existentes, o braille recorre a símbolos duplos e prefixos para obter todas as combinações.

A Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO) refere que, segundo os dados dos censos de 2011, verifica-se que 19% da população portuguesa não consegue ou tem muita dificuldade em ver.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest