Tiago Sousa no 2º lugar do Grande Prémio de Doha

Os atletas do Naval, Tiago Sousa e Rui Sousa, iniciaram a participação no Campeonato do Mundo de Jet Ski.

46Tiago Sousa e Rui Sousa iniciaram, no passado fim de semana a participação no Campeonato do Mundo de Jet Ski, organizado pela UIM (União Internacional de Motonáutica). Os pilotos do Naval

tiveram sortes distintas na primeira prova do calendário, o Grande Prémio de Doha (Qatar), na classe Ski Division GP1, considerada a rainha da modalidade. Tiago, atual Campeão Europeu e Vice- Campeão Mundial, classificou-se no 2º lugar da geral, fruto de duas subidas ao pódio em outras tantas mangas, primeiro no 3º posto e depois na 2ª posição.

“Adivinhava-se uma corrida bastante exigente, quer sob o ponto de vista físico, quer pela elevada qualidade de pilotos presentes. Tudo fiz para sair daqui com a vitória, andei sempre nos lugares da frente, a par do Jeremy [Poret] e do [Chris] MacClugage. O 2º lugar acaba por ser um bom prémio e eleva as minhas expetativas para este campeonato”, sorriu o piloto.

“O meu sonho de conquistar o título mundial recomeçou hoje”, sublinhou.

Por seu turno, Rui assinalou em Doha o seu regresso 4 anos depois às lides mundiais. Mas o Campeão Nacional não foi feliz, mercê de problemas técnicos que, na primeira manga o atiraram para o 9º lugar e o impediram de terminar a segunda manga. “O jet não colaborou, fui forçado a desistir. Senti-me bem e, enquanto deu, andei sempre no top 10. Paciência. Não deixo de estar

satisfeito porque era importante readquirir novos processos, ganhar ritmo e toda a experiência que uma prova do mundial exige. Aqui tudo é diferente, a realidade é outra. Em Portugal não tinha concorrência, praticamente corria sozinho”, analisou Rui Sousa, pronto para dar o salto. “Quero fazer um grande campeonato do mundo.”

Refira-se que os manos Tiago e Rui participaram também na vertente Slalom, tendo alcançado os 3º e 4º lugares, respetivamente. “Foi fantástico poder disputar a meia final com o meu irmão. Apesar de ter terminado em 4º lugar, ficou o prazer de ter ao meu lado o melhor piloto do mundo. Foi muito bom”, referiu Rui Sousa.

Esta primeira prova do Mundial contou com 18 pilotos na classe Ski Division GP1 e o destaque foi para o francês Jeremy Poret, vencedor das duas mangas. As próximas etapas estão agendadas para Milão (Itália), de 6 a 8 de junho, Kiev (Ucrânia), de 14 a 17 de julho, Liuzhou (China), de 3 a 5 de outubro, e Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos), de 1 a 3 de dezembro.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”][fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest