Frederica Devónia à frente na Regata RIM

Foi a embarcação mais rápida na 1ª etapa da III Regata RIM, ao completar as cerca de 33 milhas náuticas, entre Santa Cruz e o Porto de Abrigo.

unnamed (1)unnamedA Frederica Devónia foi a embarcação mais rápida na 1ª etapa da III Regata RIM, ao completar as cerca de 33 milhas náuticas, entre Santa Cruz e o Porto de Abrigo, no Porto Santo, em 6 horas, 58 minutos e 18 segundos, em tempo compensado.

A tripulação que representa o Naval, comandada por Martim Cardoso, foi a segunda a cortar a meta em tempo real, atrás do Funchalinho, do skipper João Sousa, mas beneficiou de um handicap mais baixo. No acerto de contas, o Bombay, com André Abreu ao leme, ficou no 2º lugar em tempo compensado, depois de ter sido o terceiro a chegar à Ilha Dourada.

Nove embarcações largaram esta quinta-feira, ao final do dia (20 horas),

para cumprir esta 1ª etapa 6ª prova do Circuito Regional de Cruzeiros, beneficiando de vento com intensidade entre 15 e 20 nós do quadrante nordeste. Uma largada “limpa”, sem penalizações, com todas as embarcações à procura da melhor posição de passagem na Ponta de São Lourenço.

Esta tradicional regata entre a Madeira e o Porto Santo, organizada pelo Naval há mais de 30 anos, terminará domingo, com a disputa da 2ª etapa, também de 33 milhas náuticas. A largada está agendada para as 12 horas e a entrega de prémios para 5 de setembro, às 18h30, na sede social do Naval.

Nesta sexta-feira decorrerá o habitual convívio entre participantes, parceiros, organização e convidados, no “Só de Verão”, incluindo um Sun Set, a partir das 19h30, que precederá o jantar, seguido da Festa Vermelha. O sábado está reservado para o descanso dos velejadores e preparação das embarcações.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”][fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest