Exportações e importações diminuem

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística, em julho de 2016, em termos das variações homólogas mensais, as exportações decresceram 4,6% (-1,5% em junho de 2016), em resultado da redução de 18,5% registada no Comércio Extra-UE (-14,8% em junho de 2016), dado que as exportações Intra-UE aumentaram 0,8% (+3,6% em junho de 2016). As importações diminuíram 7,2% (-0,5% em junho de 2016), sobretudo devido à diminuição de 18,5% registada nas importações Extra-UE (-2,4% em junho de 2016).

De salientar no entanto que, excluindo os Combustíveis e lubrificantes, em julho de 2016 tanto as exportações como as importações decresceram 3,1% face a julho de 2015 (respetivamente +1,1% e +3,5% em junho de 2016).

Note-se que, desde meados de 2015, as exportações e importações excluindo os Combustíveis e lubrificantes têm registado taxas de variação superiores às da totalidade das exportações e importações. Este diferencial de evolução reflete em larga medida o impacto da redução dos preços dos Combustíveis e lubrificantes.

Em julho de 2016, no que se refere às variações face ao mês anterior, as exportações aumentaram 0,1%, em resultado da evolução do Comércio Intra-UE, enquanto as importações decresceram 6,5%, devido às reduções registadas em ambos os tipos de comércio.

Os dados revelam ainda que, no trimestre terminado em julho de 2016, as exportações diminuíram 2,3% e as importações decresceram 3,9% face ao período homólogo (respetivamente -1,5% e -3,4% no 2o trimestre de 2016).

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger