Venezuela: várias padarias de portugueses foram multadas

Várias padarias de portugueses foram multadas pelas autoridades venezuelanas e algumas delas encerradas temporariamente, por alegada má atenção aos clientes, na localidade de La Candelária, centro de Caracas.

As multas foram aplicadas durante uma operação de fiscalização realizada pela Superintendência para a Defesa dos Direitos Sócio-Económicos (Sundde) em que participaram mais de uma centena de autodenominados ‘fiscais’, entre funcionários daquele organismo, membros das Forças Armadas Venezuelanas e militantes da União Nacional de Mulheres.

“Estamos a notificar as multas àquelas padarias que tinham sido já inspecionadas, entre 10 mil e 50 mil unidades tributárias (entre 1,77 milhões e 8,85 milhões de bolívares fortes, que equivalem a entre 158.000 e 790.000 euros à taxa oficial de câmbio Dipro), por reincidência”, disse o superintendente William Contreras.

Em declarações aos jornalistas, aquele responsável precisou que “algumas” padarias foram ainda encerradas “porque persistem as condições de insalubridade, especulação e má atenção aos usuários”.

Durante as inspeções foi ainda supervisionado o processo de elaboração do pão, tendo as autoridades constatado que a distribuição de matéria prima tem sido feita de maneira “desigual” às padarias, prejudicando as que estão situadas mais próximo de setores populares.

Pin It on Pinterest