Militar da GNR foi morto a tiro na Guarda

Um militar da GNR foi morto a tiro e outro ficou ferido, esta terça-feira, em Aguiar da Beira, distrito da Guarda. O militar que morreu foi encontrado com ferimentos de bala na cabeça e ainda com vida, na bagageira da viatura militar, que foi usada pelos autores dos disparos para fugir.

A cerca de cinco quilómetros da zona onde foram disparados os tiros, nas imediações do local onde o carro da GNR foi encontrado, a polícia encontrou ainda um casal de civis com ferimentos de bala. Tinham idades entre os 40 e os 50 anos. O homem estava já sem vida e a mulher foi transportada para uma unidade hospitalar. A GNR diz que há um elevado grau de probabilidade de as duas situações estarem relacionadas.

A Polícia Judiciária foi chamada a coordenar a operação montada para capturar os suspeitos, que se manterá até que estes sejam capturados. Um dos suspeitos, considerados como perigosos, já foi identificado pelas autoridades, que aponta um indivíduo com “antecedentes criminais”. Terá sido este a envolver-se numa troca de tiros com a GNR, ao final da manhã, em São Pedro do Sul. O indivíduo não obedeceu à ordem de paragem da GNR e continuou em fuga. O carro em que se deslocava terá sido pouco depois encontrado em Arouca, já no distrito de Aveiro.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger