Governo empenhado em promover a Língua Gestual Portuguesa

secretariaA Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, afirmou que o Governo vai continuar a fazer tudo para que a língua gestual portuguesa seja efetivamente promovida e acessível a todas as pessoas surdas.

Numa mensagem de vídeo alusiva ao Dia Nacional da Língua Gestual Portuguesa que se assinala hoje, 15 de novembro, Ana Sofia Antunes lembra que «faz hoje 19 anos que a língua gestual portuguesa foi reconhecida como oficial no País, sendo a terceira língua a obter este estatuto», depois do português e do mirandês.

A Secretária de Estado refere ainda que este foi um passo fundamental, porque veio reconhecer «o legítimo direito, a legítima expectativa das pessoas surdas em Portugal, ao ver a sua língua representada nos mais diversos aspetos da sua vida no dia-a-dia».

«Hoje, queria apenas reforçar o nosso compromisso enquanto Governo para com a comunidade surda, de continuarmos a fazer tudo para que a língua gestual portuguesa seja efetivamente promovida, e que todas as pessoas possam ter acesso a ela», disse Ana Sofia Antunes.

A Secretária de Estado lembra medidas que já foram tomadas pelo Governo com este objetivo, como a criação dos Balcões da Inclusão e o atendimento de emergência para pessoas surdas.

Nos Balcões de Inclusão criados em 2016, «todas as pessoas surdas podem ser atendidas com direito a intérprete de língua gestual portuguesa, por enquanto ainda com marcação, mas em breve sem marcação», afirmou Ana Sofia Antunes.

«Estão a ser finalizados os trabalhos relativos à aplicação 112 Atendimento de Emergência para pessoas surdas, um direito fundamental de qualquer ser humano, de qualquer cidadão, e com a qual a comunidade surda poderá contar muito em breve», acrescentou.

E concluiu: «Deixo-vos o nosso compromisso de estarmos convosco e estarmos a fazer tudo para que a língua gestual portuguesa seja cada vez mais uma das nossas línguas oficiais em Portugal».

Pin It on Pinterest