França aprova estado de emergência pela quinta vez

Os deputados franceses aprovaram ontem, e até 15 de Julho, a extensão do estado de emergência após os atentados de 2015. É a quinta vez que tal acontece, prolongando-se agora até depois das eleições presidenciais e legislativas. A medida deverá ser confirmada amanhã no Senado, para evitar uma interrupção automática do estado de emergência, a 22 de Dezembro.

Se a medida for aprovada pelos senadores, França vai ter o mais longo período de estado de emergência ininterrupto. O país encontra-se neste regime de excepção desde 13 de Novembro de 2015, o dia dos atentados que causaram 130 mortos em Paris e Saint-Denis, tudo indicando que assim vá continuar durante 20 meses

A medida tinha sido prolongada pela terceira vez consecutiva a 19 de Maio, para garantir não só a segurança durante os jogos do Campeonato Europeu de Futebol (realizado entre 10 de Junho e 10 de Julho) como a Volta à França em bicicleta (entre dois e 24 de Julho). A quarta extensão do estado de emergência ocorreu após o atentado de Nice, no sul de França, a 14 de Julho, que causou 86 mortos.

Durante a vigência do estado de emergência, são aplicadas medidas de restrição à circulação de pessoas e de veículos. São também limitados, por ordem administrativa, os acessos a determinados locais por parte de certos indivíduos.

Pin It on Pinterest