Detenção por Crime de Incêndio Florestal

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, com a colaboração dos Serviços de Proteção da Natureza da G.N.R., procedeu à identificação e detenção do presumível autor de um crime de incêndio florestal, ocorrido na tarde da passada sexta-feira dia 20 de janeiro em Caria, São Miguel do Mato, concelho de Vouzela.

O incêndio teve início através de chama direta, com recurso a um isqueiro, na abundante vegetação seca que se encontrava nos terrenos ardidos, constituída por silvas e mata.

Apenas a pronta deteção do início do fogo permitiu um rápido e eficaz combate pelos bombeiros, fazendo com que o mesmo não atingisse proporções de relevo, já que o local é caracterizado por uma mancha florestal extensa e muitas habitações próximas.

Os factos terão sido praticados num quadro de alcoolismo. O detido, com 51 anos de idade, sem qualquer ocupação profissional conhecida e que já tinha sido condenado em pena de prisão efetiva pelo crime de incêndio florestal, será presente às Autoridades Judiciárias, na comarca de Viseu, para primeiro interrogatório judicial de arguido detido.

Pin It on Pinterest