Sarkozy vai responder por financiamento ilegal

Nicolas Sarkozy, antigo presidente francês, vai responder em tribunal por alegado financiamento ilegal na campanha para a sua reeleição em 2012.

A acusação alega que recorreu a contabilidade falsa e ultrapassou largamente o limite autorizado de 22,5 milhões de euros para o financiamento da campanha.

O caso apenas tem paralelo em Jacques Chirac, também ex-presidente de França, condenado em 2011 a dois anos de pena suspensa num processo relacionado com um emprego falso.

Questionado pela polícia, em 2015, Sarkozy disse que não se lembrava de alguma vez ter sido alertado para as contas da campanha e descreveu a controvérsia como uma “farsa”.

Sarkozy viu-se envolvido em vários casos de Justiça desde que perdeu as eleições para François Hollande em 2012.

Pin It on Pinterest