Portugueses condenados por danos em Auschwitz

Dois jovens portugueses foram condenador por um tribunal de Oswiecim, na Polónia, a um ano de prisão com pena suspensa. Ambos tinham sido surpreendidos, em Julho de 2016, a gravarem os seus nomes no portão de uma das entradas do campo de concentração de Auschwitz. Além da sentença de pena suspensa, estão condenados a pagar uma multa de 250 euros.

O campo de Auschwitz-Birkenau foi declarado como Património da Humanidade em 1974. Fez parte de uma rede de campos de concentração localizados no sul da Polónia que eram operados pelos alemães durante a II Guerra Mundial, sendo o maior símbolo do Holocausto perpetrado pelo Governo de Adolf Hitler.

Mais de dois milhões de pessoas visitaram este antigo campo de extermínio durante 2016.

Pin It on Pinterest