George Michael morreu de causas naturais

George Michael morreu de causas naturais, resultantes de doença cardíaca e fígado gordo, afirmou um médico legista do condado de Oxfordshire, no sul de Inglaterra.

Darren Salter disse que o cantor britânico, segundo a autópsia, morreu de “cardiomiopatia dilatada, associada a miocardite e fígado gordo”, na sequência da autópsia.

A cardiomiopatia dilatada é uma condição que afeta normalmente o ventrículo esquerdo do coração, que fica dilatado e enfraquecido, limitando a capacidade do coração de bombear o sangue. A miocardite é a inflamação do músculo cardíaco.

O antigo cantor e autor do grupo Wham! foi encontrado morto em casa, em Oxfordshire, a 25 de Dezembro passado. Tinha 53 anos. A autópsia inicial foi inconclusiva e não determinou a causa de morte.

O britânico vendeu mais de 100 milhões de álbuns em todo o mundo.

Pin It on Pinterest