Prejuízo próximo de dois mil milhões de euros é “abaixo do previsto”

O PS considerou que o prejuízo próximo de dois mil milhões de euros, registado pela Caixa Geral de Depósitos (CGD), é elevado mas “bastante abaixo do previsto”.

O vice-presidente da bancada do PS na Assembleia da República, João Paulo Correia, comentava os valores já avançados pela imprensa mas que só esta sexta-feira são oficialmente apresentados pela Comissão Executiva da CGD.

“É um valor elevado mas é um valor bastante abaixo do que era o prejuízo previsto para a CGD em 2016, que era de três mil milhões de euros”, salientou o deputado socialista. “Neste momento, o que podemos dizer é que o processo de recapitalização vai continuar nos valores que foram apresentados e aprovados em Bruxelas.”

O deputado socialista apontou como razão principal para este nível de prejuízos o aumento de capital, que considerou “insuficiente”, feito pelo anterior Governo PSD/CDS-PP.

“O aumento de capital feito em 2012 pelo anterior governo não só não respondeu ao impacto da crise financeira internacional e crise das dívidas soberanas como não preparou a Caixa para apoiar a economia nos anos seguintes”, criticou o deputado socialista, considerando que foi esta a razão para o banco público ter acumulado prejuízos nos anos seguintes. “Neste momento, entendemos que o aumento de capital que está a ser preparado, que está em curso, é absolutamente necessário para que a Caixa regresse aos lucros.”

Pin It on Pinterest