Governo dos Açores cria figura do gestor do doente

O Secretário Regional da Saúde anunciou ontem na Assembleia Legislativa, na Horta, que a deslocação de utentes será otimizada com a criação da figura do gestor da deslocação de doentes.

Rui Luís, que falava no debate das propostas de Plano e Orçamento para 2017, salientou que se pretende com esta medida “centralizar as marcações dos atos clínicos dos vários serviços” para “otimizar os recursos e diminuir o tempo de ausência do doente da sua ilha de residência”.

Relativamente à deslocação de especialistas, o levantamento das necessidades de consultas e exames nas ilhas sem hospitais está concluído.

O Governo Regional, frisou Rui Luís, está “disponível para aperfeiçoar a portaria de deslocação de especialistas, situação que já abordámos com os sindicatos e com a Ordem dos Médicos, e que iremos formalizar em devido tempo”.

Na sua intervenção, centrada no acesso dos Açorianos aos cuidados de saúde, o governante referiu também que a melhoria da gestão das listas de espera cirúrgicas passa por “uma maior complementaridade entre os hospitais regionais e o restante sistema de saúde, mas também por um melhor aproveitamento dos tempos cirúrgicos, mediante uma melhor gestão dos blocos operatórios”.

Pin It on Pinterest