Jeroen Dijsselbloem «não tem condições para permanecer à frente do Eurogrupo»

«O presidente do Eurogrupo não tem condições para permanecer à frente do Eurogrupo», afirmou o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, numa declaração da Washington, capital dos Estados Unidos da América.

O Ministro referiu também que no Parlamento Europeu muitos deputados entendem que o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, não tem condições para continuar a presidir ao grupo dos países do Euro, «e o Governo português partilha dessa opinião».

O Ministro fez esta declaração política na sequência das afirmações do Ministro das Finanças da Holanda, numa entrevista a um jornal alemão, de que os países da Europa do Sul tinham gasto os dinheiros europeus impropriamente.

Estas «são declarações muito infelizes e, do ponto de vista português, absolutamente inaceitáveis».

O Ministro disse ainda que houve «uma graçola que usa termos que hoje já não são concebíveis – essa ideia de gente que anda a gastar dinheiro com vinho e mulheres, é uma forma de expressão que, com toda a certeza, não é própria de um Ministro das Finanças de um governo europeu, e muito menos do presidente do Eurogrupo».

Pin It on Pinterest