Detenção em flagrante de suspeito de incêndio florestal no Parque Natural de Sintra

O Comando Territorial de Lisboa, através do seu Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) do Destacamento Territorial de Sintra, deteve, no passado dia 19 de agosto, um individuo na zona de Sintra, em flagrante delito pelo crime de incêndio florestal, quando ateava fogo ao Parque Natural Sintra-Cascais.

A detenção ocorreu na sequência de um esforço de patrulhamento levado a cabo pelos militares do NPA e Subdestacamentos de Sintra e Alcabideche na zona do parque Natural Sintra-cascais, onde vinham ocorrendo uma série de tentativas de ignição sem sucesso.

Durante o reforço de policiamento, os militares detetaram um individuo na localidade da Atalaia a fugir do mato onde se iniciava mais um incêndio florestal, o qual se procurava colocar em fuga.

O indivíduo detido em flagrante delito pelo crime de incêndio florestal, tem 78 anos de idade, de sexo masculino.

Após a detenção o individuo confirmou a autoria do crime incêndio, acrescentando que já era a quinta vez que tentava colocar fogo naquela zona do parque natural. Na busca à viatura em que se fazia transportar, foram encontradas provas do crime.

Aquando da constituição de arguido, o individuo cometeu ainda mais um crime de corrupção ativa na forma tentada, quando tentou ofereceu 230 euros em dinheiro aos elementos da GNR para o libertar.

 

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger