MADEIRA MOVE chega à ilha do Porto Santo

Depois de Câmara de Lobos, Ponta do Sol e Calheta, a Campanha de sensibilização pública para a mobilidade elétrica, MADEIRA MOVE, chega à ilha do Porto Santo na próxima quinta-feira, dia 14 de setembro.

Informar, sensibilizar e possibilitar o contacto direto da população com este tipo de mobilidade são, em traços gerais, os objetivos desta ação que, sendo da responsabilidade da Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura, leva, pela primeira vez, esta mensagem, aos 11 concelhos da Região.

A iniciativa tem suscitado, até ao momento, uma reação altamente positiva, por parte da população, conforme destaca a equipa que acompanhou, no terreno, o seu desenvolvimento, a quem foi transmitida a mensagem «de que é preciso continuar a informar e a sensibilizar para a mudança de mentalidades e para a construção de um novo paradigma, no que à mobilidade respeita».

Continuidade que carateriza, precisamente, o figurino desta campanha, enquanto parte integrante da estratégia regional e do Plano de Ação para a promoção da mobilidade elétrica que o Governo Regional assumiu, como prioridade, para este mandato.

Recorde-se que, das várias ações programadas no Plano de Ação regional, destacam-se, neste mês, a instalação de dois novos pontos de carregamento para veículos elétricos, em Machico e na Ribeira Brava, assim como o lançamento de campanhas de sensibilização que visam complementar as ações que têm vindo a ser desenvolvidas junto das unidades hoteleiras, das grandes superfícies comerciais e das empresas.

Neste caso particular, conforme sublinha o Secretário Regional da Economia, Turismo e Cultura, Eduardo Jesus, o que se pretende «é uma mensagem mais focada na primeira pessoa» e especialmente baseada na «experiência e no exemplo de quem já tenha optado por este tipo de mobilidade, felizmente em crescente aceitação, entre nós», acrescentando que, «de forma inovadora, faremos com que a mobilidade elétrica passe a ser uma realidade bem mais próxima das pessoas, não apenas durante este mês mas até ao final do ano e em 2018».

Acresce dizer que a estratégia preconizada pelo Governo Regional, prevê, entre outras medidas, a incorporação, em 30%, até 2020, de veículos elétricos na frota do Executivo e empresas públicas, a existência de autocarros elétricos ao serviço do transporte público, a instalação de pontos de carregamento elétrico e o lançamento de novas e mais atrativas campanhas de informação e sensibilização.

Desenvolvida em parceria pela Direção Regional da Economia e Transportes, pela Agência Regional de Energia e Ambiente da Madeira e pela Empresa de Eletricidade da Madeira, prevê, ainda, a criação e maior divulgação de medidas específicas para incentivar a mobilidade elétrica na comunidade, com vantagens competitivas que passam, por exemplo, pela gratuidade do carregamento nos pontos públicos até 2018 ou pelo desconto de 50% na tarifa que é cobrada para as viaturas, no transporte marítimo inter-ilhas.

Pin It on Pinterest