Batalhas navais na Índia fazem 56 anos

No dia 18 de dezembro de 1961 desenrolaram-se duas das mais importantes batalhas que Portugal travou ao longo da sua história, decorrentes da invasão do Estado Português da India. A Marinha perdeu quatro militares em combate. Em Goa, o aviso de 1ª classe Afonso de Albuquerque combateu contra três fragatas indianas e em Diu a lancha de fiscalização Vega foi atingida pela aviação indiana. A força naval portuguesa era constituída por 3 lanchas de fiscalização e um aviso de 1ª classe e a força naval indiana constituída por 1 porta-aviões com 21 aviões, 2 cruzadores, 1 destroyer, 7 fragatas, 4 draga-minas e 1 navio logístico de apoio.
O combate no NRP Afonso de Albuquerque resultou na morte do grumete telegrafista Rosário da Piedade, num ferido grave, o comandante do navio, CMG Cunha Aragão (mais tarde Comodoro) e ainda cerca de 50 feridos ligeiros, dos quais apenas uma dezena teve de receber tratamentos hospitalares.

No combate da lancha de fiscalização Vega resultaram 3 mortes, o Comandante do navio, segundo-tenente Jorge Manuel Catalão de Oliveira e Carmo, o cabo artilheiro Aníbal dos Santos Fernandes Jardino e o marinheiro artilheiro apontador António Ferreira e mais dois feridos.
Prestamos a nossa homenagem às guarnições do NRP Afonso de Albuquerque e da lancha de fiscalização Vega, que de forma abnegada combateram por amor à sua Pátria e cuja elevada valentia e tenacidade nunca serão esquecidas.

 

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger