Programa Amianto Zero “está em várias frentes”

O Executivo da Câmara Municipal do Funchal (CMF) visitou, nesta semana, a obra a decorrer no Bairro dos Viveiros, na freguesia de São Pedro, que visa a edificação de um novo complexo de habitação social no âmbito do programa “Amianto Zero” que tem por objetivo erradicar o amianto de todos os bairros sociais camarários, resolvendo um problema de saúde pública que se tem vindo a registar nas últimas décadas.

Serão 28 as famílias beneficiadas com o novo empreendimento sendo, de acordo com Paulo Cafôfo, “o caso das pessoas que vivem no Bairro da Penha de França, que agora terão a oportunidade de viver neste novo conjunto habitacional, com outras condições, pois as casas que aqui estamos a construir caracterizam-se pela qualidade da construção”. O Autarca sublinha ainda, “estamos a falar de apartamentos que têm desde isolamento acústico, térmico, vidros duplos, paredes duplas, painéis de energia solar, portanto, condições excelentes para os nossos munícipes e para a garantia da sua qualidade de vida”.

O Presidente da Câmara Municipal do Funchal acrescentou ainda que está previsto “já no próximo ano que os munícipes afetados possam estar a viver numa casa nova”. Um processo que está a ser liderado pela empresa municipal SocioHabitaFunchal, não só na questão da obra, mas também na questão do apoio à transferência das pessoas que irão mudar de casa. “Quando falamos de habitação social, não falamos só de paredes, mas essencialmente de pessoas, e no trabalho que está a ser desenvolvido pelos nossos técnicos para agilizar todo o processo de deslocação”, apontou Cafôfo.

Paralelamente ao projeto em execução no Bairro dos Viveiros, Paulo Cafôfo destaca ainda que “o programa Amianto Zero está em várias frentes”, sendo esta uma das frentes, a outra é o caso da Quinta Falcão. “Temos previsto, no mês de junho do corrente ano, concluir esta primeira fase, de 8 fogos, contanto que no verão as pessoas possam ser começar a ser realojadas”, referiu.

O Bairro da Quinta da Penha de França, construído nos anos 70, representava um dos casos mais preocupantes de existência de amianto nas habitações, tanto nas paredes como na cobertura das casas, levando a CMF de tomar a decisão de proceder à sua demolição e ao realojamento das famílias afetadas, salvaguardando a qualidade de vida e a dignidade dos munícipes em termos de habitação e saúde.

O novo empreendimento conta com 28 fogos, de tipologia T1 e T2, e tem conclusão prevista para dezembro deste mesmo ano, somando um investimento de cerca de 2 milhões de euros, exclusivamente com fundos próprios da Autarquia.

Os vários projetos em execução liderados pela CMF, no âmbito do Programa Amianto Zero, visam o realojamento total de 66 famílias na sua fase final, distribuídas pelos 38 fogos alocados na Bairro Quinta Falcão e 28 no Bairro dos Viveiros, elevando um investimento global de 5 milhões de euros do Município.

Pin It on Pinterest