Diogo Goes apadrinha iniciativas solidárias

O artista plástico madeirense Diogo Goes inicia 2020 com mais exposições e iniciativas culturais. Desta vez, inaugura no próximo dia 28 de fevereiro uma nova exposição colectiva nacional em que participa, inserida na programação do Projeto “Onda Bienal 2020”, organizada pela Cooperativa Cultural Artistas de Gaia, com o apoio da Câmara Municipal de Gaia.

Esta nova exposição coletiva de artes plásticas, tem a curadoria de Agostinho Santos, museólogo e diretor da Bienal Internacional de Arte de Gaia e decorrerá de 28 de fevereiro a 11 de abril, na Casa do Vinho Verde, na cidade Porto. A mostra com temática livre, possibilita o estabelecimento de narrativas diferentes definidas pelos autores, em diálogo com o projecto de curadoria. Serão apresentadas obras de grandes formatos.

No próximo dia 19 de Fevereiro, com abertura marcada para as 11 horas, Diogo Goes “apadrinha” a exposição resultante do concurso de expressão plástica “Reciclar com Arte”, dirigida a utentes dos Centro Comunitários, Lares e Associações, naquela que é uma iniciativa organizada pela Junta de Freguesia de São Gonçalo, por ocasião das celebrações do Aniversário da freguesia. Esta é uma iniciativa que além de pretender valorizar a expressão artística, pretende também sensibilizar para a preservação ambiental. Pode ler-se no regulamento do concurso.

Já, pelo país, continua a exposição itinerante “Histórias da Ajudaris”, que tem vindo a percorrer várias centenas de escolas do ensino básico e que contará em 2020 com a nova participação de Diogo Goes, como ilustrador solidário.

Diogo Goes tem ainda programada uma nova exposição individual de sua autoria, neste ano, na Madeira, debruçando-se sobre causas sociais e “uma revisitação às narrativas históricas” refere, a revelar brevemente.

Diogo, além de artista plástico exerce atualmente as funções de professor do ensino superior e curador de arte contemporânea, tendo vindo a desenvolver um conjunto de iniciativas nas áreas dos serviços educativos versando a inclusão pela arte, possibilitando um acesso de novos públicos ao universo da arte contemporânea.

Pin It on Pinterest