TRANSMISSÃO, ciclo de teatro do imaginário

TRANSMISSÃO, é uma forma de resistência em jeito de celebração do Teatro Radiofónico.

É, também, uma resposta à bidimensionalidade do capitalismo e à supremacia visual, preferindo a escuta, o corpo, o diálogo – acreditando que ‘ouvir’ amplia o corpo e descobre poros por toda a pele. Sobretudo, é uma pergunta. Sabemos escutar de olhos abertos?

É o repto que lançamos para desligar o computador e ouvir o mundo falar-nos de dentro da nossa imaginação – essa grande paisagem que nenhum recolhimento impede.

Dividimos a nossa celebração em quatro momentos, pensando em públicos diferentes e envolvendo mais artistas, para além das estruturas de criação que produzem a iniciativa: As Crianças Loucas, UM COLETIVO e txon-poesia. Há textos para os ouvidos mais pequenos, ou antes, Para os Putos. Há Cartas de Amor e Desejo em horários mais tardios e, à hora de jantar para toda a família, e para todas as famílias, a nossa Homenagem ao Carlos Wallenstein.

Vamos, então, fazer teatro a partir das nossas casas. Vamos brincar por dentro das nossas solidões até que nos apaixonemos, novamente, pelo mundo lá fora. Vamos ser um, outro, ninguém e cem-mil, brisa, vento, trovão, relâmpago, gritos de náufragos, ondas do mar, passos lá fora. Vamos, sim, fazer uma transmissão especial.

Transmissão, ciclo de teatro do imaginário, com o apoio da DGARTES e Câmara Municipal de Elvas e promoção de várias entidades, incluindo MiratecArts nos Açores, pode ser escutado na Antena 2 de 20 a 23 de abril pelas 07h00 e 18h00 (Açores).

A programação mais extensa continua até 25 de abril. Para mais detalhes e horários em rádios nacionais e internacionais visite www.umcoletivo.pt

Pin It on Pinterest