CMF recupera esculturas danificadas pelo 20 de Fevereiro

Esculturas em pedra do artista madeirense Jacinto Rodrigues, que tinham sido danificadas pelo aluvião de 20 de fevereiro de 2010, foram recuperadas pela Câmara Municipal do Funchal (CMF) uma década depois de terem sofrido danos na Avenida do Mar e das Comunidades Madeirenses e passam agora a estar expostas ao público no Parque de Santa Catarina.
“Estas obras encontravam-se armazenadas em instalações camarárias desde o aluvião de 2010. Apostámos agora numa cuidada intervenção de recuperação e, com o consentimento do artista e com a sua orientação, devolvemos as esculturas à cidade, reinstalando-as num local tão agradável como o Parque de Santa Catarina, onde poderão voltar a ser apreciadas por todos os madeirenses e por aqueles que nos visitam”, assinala o presidente da autarquia, Miguel Silva Gouveia. “A restituição destas obras é mais uma ação no sentido de preservar o espólio escultórico da cidade e uma consequência da estratégia que assumimos de valorização do património cultural da cidade. Esta é também uma forma de reiterar o talento dos artistas regionais, que devem ter os seus trabalhos expostos nos espaços públicos, deixando marcas que falam pela nossa identidade comum.”
Ogrupo escultórico, denominado «Movimento», é composto por peças de dimensões variadas em traquito do Porto Santo. Jacinto Rodrigues nasceu em 1973, no Funchal, e expõe regularmente desde 1998, privilegiando trabalhos de grandes dimensões sobre pedra e madeira. Ao longo do seu percurso, participou em inúmeras exposições coletivas e individuas, e tem obras expostas em espaços públicos um pouco por todo o arquipélago.

Pin It on Pinterest