Jaime Freitas vai ouvir parceiros sociais

O secretário regional da Educação e Recursos Humanos vai se reunir brevemente com os vários parceiros sociais.


O ministro da Educação, Nuno Crato, anunciou ontem, na Assembleia da República, que vai ser introduzida no próximo ano uma prova de acesso à carreira docente.
Questionado esta manhã pelos jornalistas se tal situação também virá a acontecer na Região, o  novo secretário regional da Educação e Recursos Humanos referiu que primeiro vai se reunir com os parceiros sociais.
“Vamos pensar nesta matéria juntamente com os parceiros sociais. Nós não achamos que devamos fazer políticas no sentido de trazermos uma solução e impô-la a todos os professores”, frisou Jaime Freitas, acrescentando que dentro em breve irá se reunir com os vários parceiros sociais.
O governante falava hoje à margem da conferência/seminário intitulada “Que Valores, que Políticas de Educação para a Região no contexto Nacional/Europa?”. Trata-se de um evento organizado pelo Sindicato Democrático dos Professores da Madeira (SDPM), que decorre durante o dia de hoje no Funchal.
Na sessão de abertura o secretário regional da Educação e Recursos Humanos chamou a atenção para a importância do tema do seminário.
“Este é um tema aliciante porque convoca-nos a todos para uma reflexão, especialmente para um aspecto que é: não há políticas de Educação que não sejam alicerçadas em valores. O valores têm que ter no fundo aquilo que a sociedade sente, porque é aí que vamos encontrar a fonte para todo o conteúdo da mensagem que transmitimos a todos os alunos”, apontou Jaime Freitas.
Num momento em que se fala tanto da crise de valores, o governante apontou que “os períodos de crise também podem ser momentos de oportunidades”, pois “permite-nos  pensar criticamente sobre os valores que orientam a nossa sociedade”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest