Dupla da FX Team consegue titulo no Campeonato de Portugal

A dupla da FX Team conseguiu o titulo no Campeonato de Portugal de Ralis 2L/2RM (CPR2) depois de disputado o Rali Casinos do Algarve.

Tal como era esperado a dupla da FX Team, João Silva e José Janela, em Renault Clio R3 Maxi, conseguiu o titulo no Campeonato de Portugal de Ralis 2L/2RM (CPR2) depois de disputado o Rali Casinos do Algarve.

A prova, que encerrou a temporada 2011, vai ficar marcada na curta carreira do jovem piloto madeirense com apenas 23 anos de idade, pois assinalou o seu primeiro ceptro nacional nos ralis, bem como o de Turismo 1600 a 2000 cm3, absoluto e de duas rodas motrizes.

Sabendo que à partida já era o virtual campeão nacional, em virtude do seu principal adversário não ter estado à partida, nem por isso deixou de encarar a prova com todo o afinco e concentração, provando que esta vitória global não foi obra do acaso: “Todos os objectivos propostos para esta época foram atingidos e por isso só posso estar muito satisfeito”, começou por referir o piloto da FX Team no final da prova.

Concluímos este ano com um segundo lugar absoluto, vencemos dois troços à geral e fomos duas vezes segundos, por isso foi fantástico”, complementou.

Sobre esta prova no sul do país, o piloto acrescentou ainda: “Tivemos apenas algumas dificuldades na parte da tarde, pois escolhemos mal os pneus, mas mesmo assim provámos a nossa rapidez e vencemos no CPR2”.

As quatro vitórias em seis possíveis, acrescendo ainda um segundo lugar e um quinto, espelham bem o domínio exercido ao longo do ano, mais que justificando este êxito final. “Posso dizer que foi o campeonato mais difícil da minha carreira. Foi pena no Rali Torrié, que saímos de estrada, e o Rali de Vila Verde, onde furámos. De resto, andámos toda a época a dar o nosso melhor e sempre empenhados”, frisou o piloto.

Na hora de festejar, depois dos títulos na Madeira, João Silva sublinha ainda que é desta forma que quer continuar: “A carreira de forma progressiva e espero que o futuro me traga mais coisa boas”. A este propósito, adianta: “Espero que possa continuar em termos internacionais, talvez no IRC ou WRC nas duas rodas motrizes. Espero arranjar apoios para isso, pois tem sido apenas o meu pai a suportar tudo”.

A terminar, o piloto da FX Team fez os agradecimentos que se impõem. “Ao meu pai, o grande patrocinador deste projecto, ao José Janela, meu braço direito, ao Eng. Rui Soares, que me ajudou a compreender melhor este carro, e à ARC Sport, por todo o trabalho desenvolvido”, concluiu.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest