MPT avalia OE de Câmara de Lobos

Isidoro pretende que o Orçamento da autarquia de Câmara de Lobos responda às reais necessidades.

O vereador do Partido da Terra na Câmara Municipal de Câmara de Lobos reuniu hoje com o presidente da edilidade, Arlindo Gomes. Sobre a mesa as linhas gerais do orçamento para o ano 2012 e o plano de atividades.

João Isidoro pretende que este orçamento dê resposta “às reais necessidades da população camaralobense”. Uma das prioridades será a avaliação do Imposto sobre Imóveis, que para muitas famílias é incomportável.

Por outro lado, em vez de obras megalómanas, muitas vezes sem caráter de urgência ou utilidade, “a aposta deve recair nas pequenas obras”, na manutenção dos arruamentos municipais e na criação de condições de habitabilidade.

Com um montante de 36 milhões de euros, a autarquia não pode cair em despesismos, mas não pode esquecer as áreas sociais e desportivas. O dirigente do MPT observa que a população, sobretudo neste momento sócio-económico, precisa da atenção das instituições públicas.

Face ao momento regional e nacional, foi considerado de extrema importância a captação dos apoios comunitários. “É preciso um esforço. Os caminhos municipais para além de servirem a agricultura, servem também de acesso a milhares de família”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest