“Só-Bem-Me-Quer” no Jardim Público da Várzea

A escultura “Só-Bem-Me-Quer” assinala o Dia Internacional para a eliminação da violência contra as mulheres.

O Jardim Público da Várzea, em São Martinho, ostenta agora a escultura “Só-Bem-Me-Quer”, da autoria do escultor Martim Velosa e executada por alunos do estabelecimento escolar Vila Mar.

Ontem na inauguração, que pretendeu assinalar também o Dia Internacional para a eliminação da violência contra as mulheres, Rubina Leal, vereadora na Câmara Municipal do Funchal, chamou a atenção para a problemática.

“As campanhas são feitas de simbolismos e obviamente que, no dia de hoje, colocar aqui esta escultura é trabalhar para uma atitude e contra a violência doméstica. É importante continuar a sensibilizar”.

Os números apontam de 1 em cada 4 jovens são vítimas de violência doméstica. 23 mulheres morreram este ano e muitas outras, que sofrem do mesmo problema, vivem mais de 10 anos em silêncio.

A responsável na autarquia deu conta de uma campanha transversal a toda a sociedade, mas que incide especialmente nas camadas jovens, uma vez que a autarquia realiza inúmeras ações nas escolas.

O escultor Martim Velosa, que também dá aulas no estabelecimento escolar Vila Mar, adiantou que é importante motivar os jovens para estas atividades que, não sendo curriculares, servem para aumentar as competências. Para a realização da escultura “Só-Bem-Me-Quer” os materiais foram obtidos em sucatas.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest