Jardim ameaça colocar Estado em Tribunal

O presidente do Governo Regional exige que o Estado compense a Madeira pelas despesas nas áreas da Saúde e da Educação.
Alberto João Jardim admitiu que poderá processar o Governo da República caso este não compense a Região pelas despesas de funcionamento nas áreas da Saúde e da Educação.

O governante, que falava esta manhã no parlamento regional, recordou que cabe ao Estado suportar as referidas despesas.

“O povo madeirense já pagou um total de à volta de 9, 2 mil milhões em despesas com a Educação e Saúde, investimentos incluídos e não contando com o ainda em dívida nestes sectores. A Educação custou 5,5 mil milhões, e a Saúde 3,7 mil milhões, já pagos”, apontou Jardim.

“Isto significa que só o que a Região pagou de despesas, que por lei são do Estado central, é mais de 3 mil milhões de euros do que a divida que nos é atribuída”, complementou o chefe do executivo madeirense.

O líder madeirense sublinhou, igualmente, que é fundamental que a ‘troika’ tome conhecimento desta situação de falta de cumprimento do Estado.

“Espero que a “troika” tome conhecimento destas obrigações constitucionais do Estado que estão por cumprir, bem como espero não ser necessário recorrer aos Tribunais para que tudo isto fique acertado de vez”, concluiu Alberto João Jardim.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]


PUB