Nas bancas a edição 1266 do Tribuna da Madeira

“Dizer a verdade na cara dos poderes instalados não me causa qualquer receio”

Francisco Gomes volta a marcar presença em São Bento mas, desta vez, como deputado do Chega Madeira. Afirma que está pronto para ser uma voz forte, combativa, incisiva, determinada e, se for necessário, também incómoda. Sublinha que as linhas de orientação são claras e estão definidas, sendo a luta contra a corrupção uma delas.

Compreensão e avaliação da parentalidade na UMa

A Universidade da Madeira (UMa), através do Centro de Desenvolvimento Académico, vai promover, no próximo mês de abril, a 2ª edição da ação de formação de curta duração “Avaliação de capacidade parental e competências parentais em contextos de promoção e proteção”.
Esta formação será ministrada por Dora Pereira (Professora Auxiliar e Coordenadora do Departamento de Psicologia da UMa) e funcionará nos dias 03, 04, 10 e 11 de abril (das 10h às 13h, nos dias 03 e 10 de abril, e das 15h às 18h, nos dias 04 e 11 de abril), em regime exclusivamente online.

Cristina Pedra com “Comportamento obsessivo”

A Coligação Confiança responde à acusação sobre negligência da classe média, feita por parte da Autarca do Funchal, Cristina Pedra. Em nota de imprensa, a Confiança refere que “recentemente, a presidente da Câmara Municipal do Funchal, Cristina Pedra, fez declarações que sugerem que a gestão camarária anterior não dava atenção à classe média. No entanto, essas palavras refletem uma visão limitada da realidade e ignoram as várias medidas em prol da sociedade funchalense que foram implementadas pela vereação anterior da Confiança”. A Coligação, liderada por Miguel Silva Gouveia, diz que “as afirmações da edil manifestam um completo e absoluto desconhecimento da evolução da realidade da cidade desde os tempos em que o município era governado pelo PSD e se encontrava em estado de falência iminente, atolado em dívidas e sob um resgate financeiro”.

“Vamos ter de devolver a palavra ao povo”

O resultado da participação “massiva” nas eleições de 10 de Março, segundo Miguel Albuquerque, foi um sinal de que os madeirenses “rejeitaram o socialismo” e reforçaram a “confiança do povo madeirense no PSD-M e na coligação”. Marcelo Rebelo de Sousa decide, dentro de pouco mais de uma semana, se a Região Autónoma vai para eleições antecipadas. Manuel António Correia, o adversário do actual presidente do partido às eleições directas da próxima quinta-feira, diz que a Madeira “precisa sair urgentemente” do que considera ser um “pântano político”.

PS desafia PSD a ‘exigir’ a Montenegro

«Madeira Primeiro» considerou que reivindicações seriam “certamente mais viáveis”.  São muitas as reivindicações que os deputados eleitos pelo PSD-M levaram à Assembleia da República e que nunca foram “atendidas” pelos executivos liderados por António Costa. Agora que um novo Governo da República deverá ser liderado por Luís Montenegro, também um social-democrata, o PS-M espera que as promessas eleitorais da coligação «Madeira Primeiro» sejam efectivamente concretizadas”.

Balanço eleitoral simples de perceber

Sem os 3 deputados da Madeira, Montenegro e a sua AD teriam sido derrotados! Acho que se há balanço eleitoral – mesmo sem termos os resultados eleitorais finais dos dois círculos da emigração, e que eu antevejo possam atribuir 2 mandatos ao PS e 2 mandatos à AD (eventualmente o Chega até pode “roubar” 1 deles na Europa), a única conclusão possível e verdadeira é simples: sem os 3 deputados eleitos na Madeira pela coligação PSD-CDS, Luis Montenegro e a sua AD teriam sido derrotados nas eleições legislativas do passado dia 10 de Março. E isto é demasiado mau para uma coligação que pelos vistos, foi derrotada em muitos distritos continentais e que nem sequer conseguiu aproveitar os falhanços socialistas a seu favor. Inclusivamente no Algarve acabou por ser a terceira força política, depois do Chega e do PS. Ponto final!

Consciencializar os jovens para a importância do empreendedorismo

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, José Manuel Rodrigues, recebeu, na manhã desta terça-feira, em audiência, os dirigentes da Associação de Jovens Empreendedores do Atlântico (AJEA).
Criada há pouco tempo, a AJAE tem como objetivo consciencializar os jovens para a importância do empreendedorismo na economia e na criação de emprego.

“Urge uma visão mais inclusiva e ética para o Turismo”

Diogo Goes revela a participação em novas conferências internacionais, nas áreas do Turismo e da Cultura, e em novas exposições.

‘Censo de Mantas’ avalia o estado da maior ave de rapina diurna na Madeira e Açores

Seja a pairar no céu ou pousada num poste, ver uma manta é sempre uma experiência inesquecível. Nos dias 6 e 7 de abril, a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) convida todos a contribuir para a ciência e a conservação, participando no Censo de Mantas

Adquira o Semanário Tribuna da Madeira em formato (PDF). Informação independente por apenas 2 €. assinaturas@tribunadamadeira.pt ou na loja online