MPT censura comportamento de Roberto Vieira e pede saída da ALM

Relativamente ao não cumprimento do sistema de rotatividade na Assembleia Legislativa da Madeira.

IMG_8022A Comissão Executiva do MPT – Madeira “decidiu censurar politicamente o comportamento do deputado Roberto Vieira relativamente ao não cumprimento do sistema de rotatividade na Assembleia Legislativa da Madeira”, disse Lícia Agrela, depois da reunião desta manhã, lembrando que os anteriores deputados, João Isidoro, Ismael Fernandes e Jaime Silva, cumpriram com o estipulado pelo partido em Maio de 2007.

O Partido da Terra disse mesmo que a atitude de Roberto Vieira, ao não querer abandonar o Parlamento, está a destruir a credibilidade do partido ao nível regional e pede, por isso, uma clarificação da situação por parte da Comissão Política Nacional.

“Há um desrespeito para com os órgãos do partido e os outros candidatos, mas há sobretudo um desrespeito para com os eleitores. A recusa em não cumprir o acordo estabelecido coloca em causa o projecto e a credibilidade do partido na Região. A Comissão Executiva lamenta que, por questões egoístas e de ambição pessoal, Roberto Vieira esteja a destruir a dedicação e o trabalho de tantos militantes e simpatizantes durante estes sete anos”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest