Evacuação Aeromédica a 900 km de distância [VÍDEO]

Operação da Força Aérea Portuguesa demorou 16 horas.

fa2A Força Aérea Portuguesa realizou no dia 13 de Outubro, a evacuação de um tripulante de um navio que se encontrava a 900 quilómetros das Lajes, Açores, numa operação que durou 16 horas.

O Centro de Busca e Salvamento Aéreo das Lajes (RCC Lajes) recebeu o pedido de auxílio do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada) pelas 02h50m, que, após análise, decidiu empenhar um helicóptero EH-101 Merlin e um avião C-295M.

A vítima, de nacionalidade espanhola e 54 anos de idade, sofreu amputação de três dedos do membro inferior direito e era tripulante de um navio de pesca “RIBEL TERCERO”, de pavilhão espanhol, que se encontrava em faina de pesca.

Pelas 05H15, o EH-101 Merlin descolou da Base Aérea das Lajes, com uma equipa médica militar a bordo, em direção à ilha das Flores para reabastecer a fim de aumentar o seu raio de ação. Após reabastecimento descolou do Aeroporto das Flores rumo ao pesqueiro Espanhol.

Devido à distância e às condições atmosféricas adversas na zona de operações –  vento muito forte, fraca visibilidade e ondulação de cerca de 4 metros – descolou uma aeronave C-295M para detetar a localização exata da embarcação, acompanhar e apoiar nas comunicações entre o helicóptero, a embarcação e os Centros de Busca e Salvamento envolvidos.

A extracção do paciente foi efectuada com sucesso pelas 13H00, tendo o helicóptero rumado às Flores para voltar a reabastecer.

A missão ficou concluída com sucesso pelas 19H05, após deixar o paciente em estado estável no Heliporto do Hospital do Divino Espírito Santo, Ponta Delgada, transferindo assim o doente para uma ambulância do Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) que o encaminhou para o Hospital.

[twitter style=”vertical” float=”left”] [fbshare type=”button”] [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

Pin It on Pinterest