Encarregados de educação que tenham de ficar com crianças em casa não serão penalizados nos vencimentos

O vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado, garantiu, esta tarde, que devido ao encerramento das escolas da Região, os trabalhadores, quer da administração pública regional, quer do setor privado, que tenham de ficar em casa com os filhos, desde que devidamente justificado, não terão os seus vencimentos prejudicados.
“Tempos excecionais, requerem medidas excecionais”, defendeu Pedro Calado, reforçando que “o Governo Regional tudo fará para garantir os direitos e o bem-estar da população”.

Pin It on Pinterest