BMF com melhor sistema de comunicações

O quartel dos BMF está dotado de um melhor sistema de comunicações, o qual permite dar uma maior resposta nas situações de emergência ou de catástrofe.

O presidente da Câmara Municipal do Funchal (CMF) procedeu hoje à inauguração da nova Central de Comunicações e Data Center dos Bombeiros Municipais do Funchal (BMF), cujo investimento foi de cerca de 107 mil euros. O referido investimento vem conferir à central de comunicações maior fiabilidade e maior autonomia.
“Um dos pontos cruciais para fazer face a uma situação  de catástrofe ou de emergência numa cidade como a do Funchal é termos capacidade de comunicar e de receber comunicação. Assim, na sequência do Plano de Emergência para o Funchal, que está em fase de conclusão, uma das nossas prioridades foi investir numa Central de Comunicações e num Data Center”, explicou Miguel Albuquerque.
Assim, o novo equipamento permite: o registo de alertas; a georreferenciação de alertas; a ativação automática de parte, ou de todo o efetivo dos BMF, de acordo com a ocorrência; a monitorização de várias centrais de alarme de deteção automática de incêndios de todos os edifícios da CMF e de alguns clientes; e o registo em simultâneo das ocorrências das duas corporações de bombeiros.
“Numa situação  de emergência ou de catástrofe é muito importante que os BMF e a proteção civil municipal não estejam dependentes de factores aleatórios  em termos de comunicações ou de terceiros. Quando o sistema todo vai abaixo temos que garantir a autonomia e o funcionamento contínuo da nossa central de comunicações”, reforçou o autarca.
Desta forma, se ocorrer, por exemplo, uma falha na rede normal a central de comunicações tem a possibilidade de continuar a funcionar, uma vez que o sistema implementado liga diretamente ao satélite.  “Por outro lado, este sistema, dentro dos elementos da corporação e da própria presidência da câmara, permite a comunicação por telemóvel em tempo real da situação de alerta e da gravidade desse alerta”, observou Miguel Albuquerque.
Aquele responsável acrescentou ainda que o Data Center permite que se monte uma segunda central de comunicações nos BMF, caso seja necessário reforçar a capacidade de comunicação. O sistema também garante uma maior autonomia energética no quartel dos bombeiros.
Desta forma, o autarca destaca que se houver uma catástrofe idêntica ao 20 de Fevereiro de 2010 a proteção civil municipal dará uma resposta mais célere às situações de emergência, uma vez que agora está apetrechada de um melhor sistema de comunicações. “Esta central de comunicações permite-nos estabelecer em tempo real quais são os casos de emergência prioritários”, frisou.
Por sua vez, o comandante dos BMF, Nelson Bettencourt, transmitiu que o novo equipamento permite criar vários níveis de intervenção ou níveis de atuação.
“Esses níveis vão definir quando e quem deverá ser activado pelo próprio sistema de comunicação, dependente do tipo de situação ou de catástrofe”, explicou o comandante dos BMF, acrescentando que o sistema também permite fazer uma triagem das situações mais urgentes.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest