Nacional e Marítimo empatam a duas bolas

O derby madeirense Nacional vs Marítimo acaba com um empate (2-2) num jogo recheado de emoções.

Uma grande penalidade convertida por Briguel, já em período de compensação, evitou a derrota do Marítimo na Choupana no “derby” com o Nacional.

À procura do triunfo que o colocaria provisoriamente em igualdade pontual (24 pontos) com FC Porto e Benfica no topo da classificação, o Marítimo começou melhor e chegou à vantagem por intermédio de Babá, que aproveitou uma boa desmarcação para se destacar como melhor marcador do campeonato com nove golos.

Perto do final da primeira parte, Rúben Ferreira faz falta sobre Andrés Madrid e vê o cartão vermelho sair do bolso do Bruno Paixão, deixando a equipa do Marítimo numa situação complicada para a segunda parte, que arrancou com o Nacional a pressionar à procura de virar o resultado. E o empate dos alvinegros surge aos 67 minutos, com Candeias a atirar para o fundo da baliza de Peçanha. Pouco minutos depois o guarda redes da equipa “verde-rubra” negou o segundo golo ao Nacional com uma defesa vistosa que foi desviada para canto um cabeceamento de Felipe Lopes. O Nacional acabou por conseguir a reviravolta no marcador por intermédio de Mário Rondón a aguentar bem a pressão de um adversário e a marcar quando o relógio marcava os 89 minutos. Quando todos pensavam que o jogo estava resolvido o balde de água fria caí na grande área do Nacional com o arbitro, Bruno Paixão, a assinalar uma grande penalidade.

Já em tempo de compensação, o Marítimo conseguiu chegar ao empate na transformação de uma grande penalidade convertida por Briguel que fixou o resultado final (2-2).

Com este resultado, o Marítimo segue no quarto lugar com 22 pontos e o Nacional iguala o Vitória de Setúbal e o Vitória de Guimarães com 11 pontos.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest