Noite do Mercado em São Vicente promete

Comerciantes estão confiantes na participação da população. Bom tempo vai ajudar à festa.

Não se trata de nenhuma imitação da Noite do Mercado no Funchal. Longe disso. Em São Vicente, a noite do mercado tem características muito próprias. E, segundo os comerciantes, já faz parte da tradição natalícia no concelho.

Para além da música, a cargo de Vânia Jesus e dos Xarabanda, e das tradicionais barracas de comes e bebes, é um momento privilegiado para adquirir as frutas da época. Anonas, nozes, castanhas, laranjas, tangerinas dão um colorido especial às bancas.

Luisa Côrte é uma frequentadora habitual da Noite do Mercado em São Vicente. E, ao mesmo tempo, aproveita para rentabilizar a mercearia de que é proprietária, a Mercearia Lealdade. “As pessoas saem, vêm ver as coisas, mas também compram. Um bom madeirense aproveita sempre esta época e estes dias para festejar”.

E a noite tem divulgação em outros concelhos da Madeira. O que “é bom para chamar mais pessoas para o consumo”. Acho mesmo, continua a comerciante, que as autarquias devem apostar neste tipo de iniciativas. “São em dias diferentes, os eventos não se sobrepõem e ajudam ao comércio local”.

Apesar da crise económica, é Natal e no Natal as famílias abrem os cordões à bolsa e festejam. “Gosto muito da Noite do Mercado e espero que, a exemplo do ano passado, seja muito concorrida”, confessa Luísa Pimenta.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest