Governo avança com medicamentos unidose (VÍDEO)

O Conselho de Governo aprovou a dispensa de medicamentos em unidose e também a prescrição eletrónica de receitas.

O Conselho de Governo reunido esta tarde sob a presidência de Alberto João Jardim aprovou duas propostas de decreto legislativo regional, com carácter de urgência. A primeira prende-se com instituição do sistema de dispensa de medicamentos em unidose por parte do Serviço Farmacêutico do SESARAM, E.P.E e a segunda propõe a alteração do decreto legislativo regional de nº 16/2010, de 13 de Agosto, que estabelece a prescrição de medicamentos por denominação comum internacional, no sentido de promover a prescrição eletrónica de medicamentos. De acordo com Francisco Jardim Ramos as propostas apresentadas tem por objectivo permitir aos utentes adquirirem medicamentos com garantia de qualidade a um preço reduzido. De referir que a dispensa por unidose é apenas assegurada nas farmácias do hospital, conhecidas por farmácias oficinas, nas ocorrências de atendimento no Serviço de Urgências do Hospital Central do Funchal, na alta médica na sequência de internamento, bem como nos serviços de urgência e consultas dos centros de saúde e nas consultas externas.

Quanto a prescrição electrónica de receitas o secretário dos Assuntos Sociais não revelou quando é que o serviço estará a funcionar em pleno, no entanto, explicou que assim que a nível nacional o sistema esteja operacional a Madeira avança para a prescrição eletrónica.

“Quando acontecer o procedimento de desmaterialização a nível nacional, que o ministério da Saúde está, neste momento, a fazer procedimentos nós estaremos em condições de ao mesmo tempo fazer a desmaterialização da prescrição em papel dos medicamentos”, explicou, acrescentando que com esta simplificação pretende-se melhorar o acesso ao medicamento dos utentes do Serviço Regional de Saúde. Jardim Ramos adiantou que a Madeira ainda não avançou mais na prescrição eletrotécnica de medicamentos devido a questões levantadas pela a Comissão Nacional de Protecção de Dados.

O Conselho de Governo aprovou ainda um louvor público ao professor António Jorge da Silva Andrade que exerceu as funções de director do Gabinete Coordenador do Desporto Escolar desde 18 de outubro de 1983.

[twitter style=”vertical” float=”left”] [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest