Governo ‘tem abandonado’ os agricultores [VÍDEO]

O MPT denuncia que o Governo Regional não tem dado a devida atenção ao sector agrícola.

João Isidoro considera que a agricultura regional ainda é essencialmente de subsistência, estando pouco desenvolvida a nível empresarial.

“Contrariamente ao que afirmou esta semana um deputado do PSD, eleito pelo concelho de Câmara de Lobos, não é verdade que a maioria da nossa agricultura já seja industrializada. Hoje a agricultura madeirense continua a ser esmagadoramente uma pequena e média agricultura, uma agricultura de subsistência, uma agricultura em que muitas vezes o agricultor não tira rendimentos para aquilo que gastou ao longo do ano”, apontou o dirigente do MPT, hoje em conferência de imprensa em Câmara de Lobos.

João Isidoro denunciou, ainda, que nos anos em que há prejuízos a nível da produção de cerejas os agricultores têm “assumido sozinhos” esses mesmos prejuízos, sendo “que não recebem qualquer apoio” da parte do Governo Regional.

“O Partido da Terra tem chamado a atenção todos os anos quando há situações que têm haver com o tempo e que prejudicam a produção de cerejas. Porém, o governo, simplesmente, tem abandonado o agricultor”, acusou o dirigente do MPT.

Aquele responsável frisou, ainda, que situações idênticas também se verificam a nível da produção de uvas. “Todos os anos não ficam garantidos nem o escoamento do produto, nem um preço justo por quilo, nem o grau justo para o produtor. Todos os anos, os agricultores têm sido prejudicados”, observou.

Desta forma, João Isidoro apela ao executivo madeirense que “diga atempadamente” aos produtores se o escoamento está salvaguardado e se há um preço justo.

[fbshare type=”button”] [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [twitter style=”vertical” float=”left”]


PUB

Pin It on Pinterest