Câmara de Lobos apoia recuperação de habitações

Iniciativa de autarquia corresponde a um orçamento de 267 mil euros.

No âmbito do apoio social a famílias carenciadas de Câmara de Lobos, o executivo municipal de Câmara de Lobos, visitou 11 habitações de famílias apoiadas ao abrigo do Regulamento Municipal de Apoio a Estratos Sociais Desfavorecidos, as quais foram objeto, ao longo do corrente ano, de obras recuperação das condições de habitabilidade.

001002Os apoios decorrem da deliberação camarária tomada no final do ano 2013, onde a autarquia decidiu apoiar 27 famílias do concelho, através da cedência de materiais e trabalhos especializados, para a recuperação das suas habitações, num investimento global orçado na ordem dos 267 mil euros.

Para a execução destes apoios, numa primeira fase, a autarquia celebrou contratos de concessão com as famílias classificadas com nível 1 de prioridade, (muito prioritário), cuja avaliação foi precedida de vistorias técnicas e estudo socioeconómico dos agregados familiares, tendo em consideração os seguintes critérios:

a) Grau de degradação da habitação;

b) Existência de menores em risco;

c) Existência de idosos doentes ou deficientes no agregado;

d) Condições de salubridade.

Assim, durante este ano 2014, foram já executadas obras de reabilitação em 11 habitações, nomeadamente ao nível da colocação de coberturas, execução de revestimentos, impermeabilizações e, em dois dos casos, a execução de instalação sanitária e cozinha.

003O apoio a estas 11 famílias envolveu um investimento municipal que totalizou 125.912,35 €. No âmbito da visita, a vereadora da Intervenção social, educação e juventude, Sónia Pereira, referiu que estas “iniciativas enquadram-se no âmbito da ação governativa preconizada pelo executivo municipal, nomeadamente ao nível da disponibilização de meios financeiros para na execução de obras de proximidade que tenham um impacto positivo direto na qualidade de vida das pessoas. As famílias agora apoiadas dispunham anteriormente de habitações com fracas condições de habitabilidade, pelo que com os apoios concedidos, dispõe agora de melhores condições que possibilitem uma maior qualidade de vida.”

A Vereadora Sónia Pereira salientou ainda que, até final do corrente, a autarquia irá formalizar a celebração de contratos com as restantes 16 famílias, classificadas com níveis de prioridade 2 e 3, por forma a apoiar a melhoria das condições de habitabilidade das suas habitações.

[twitter style=”vertical” float=”left”]   [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]     [fbshare type=”button”]

 

 

Pin It on Pinterest