Autarquias da Madeira cortaram 14,5% nas atividades culturais

Em Portugal, as despesas em atividades culturais e criativas ascenderam a 378,4 milhões de euros, significando uma diminuição de 23 milhões de euros face ao ano anterior.

funchalDe acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 2013, as despesas das Câmaras Municipais em atividades culturais e criativas ascenderam a 378,4 milhões de euros, significando uma diminuição de 23 milhões de euros face ao ano anterior.

O decréscimo deve-se à descida de 10,9% das despesas de capital (-12 milhões de euros) e de 9,2% nas Outras despesas correntes (que incluem a aquisição de bens e serviços e as transferências para as juntas de freguesias), já que as despesas com pessoal aumentaram 2,5%.

Para a diminuição das despesas em atividades culturais e criativas contribuíram as descidas registadas nas autarquias da Região Autónoma da Madeira (14,5%), Norte (13,4%) e Lisboa (6,6%). Pelo contrário, em termos globais registaram-se aumentos nas despesas efetuadas pelo conjunto das autarquias da Região Autónoma dos Açores (7,6%), Algarve (4,3%) e Alentejo (1,6%), informa o INE.

No total das Câmaras Municipais, as despesas em atividades culturais e criativas representaram 5% no orçamento de 2013, mas foram os municípios das regiões do Alentejo, Centro e Região Autónoma dos Açores que destinaram maior proporção do seu orçamento às atividades culturais e criativas : 6,6%, 5,7% e 5,6%, respetivamente. Essa proporção teve menor importância nos orçamentos do conjunto das autarquias do Algarve (3,7%), Lisboa (4,9%), Norte (4,4%) e da Região Autónoma da Madeira (3,1%).

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”][fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest