CTT representam Portugal no Conselho de Operações Postais da União Postal Universal

Portugal, representado pelos CTT, foi hoje eleito para o Conselho de Operações Postais (COP) da União Postal Universal (UPU), a Agência Especializada das Nações Unidas(ONU) para o setor postal com sede em Berna e que reúne 192 países. A eleição decorreu durante o 26º Congresso da União Postal Universal (UPU), que se realiza em Istambul (Turquia), de 20 de setembro a 7 de outubro.

Nos próximos quatro anos, Portugal e os CTT representarão a Europa Ocidental no referido Conselho Operacional e serão mais uma vez chamados a contribuir decisivamente para o objetivo maior da UPU: ajudar as empresas de correios e encomendas a desenvolverem as suas redes e a sua oferta de produtos e serviços e, dessa forma, a serem permanentemente um motor de desenvolvimento e modernização dos países nesta Economia Digital em que todos vivemos e trabalhamos.

Os CTT passam assim a ocupar um dos mais elevados postos internacionais no mundo postal e a fazer parte do importante órgão técnico e operacional da UPU ao lado das maiores empresas de correios e encomendas de todo o mundo, vendo mais uma vez o seu trabalho reconhecido não só a nível nacional, mas também internacional.

Os CTT – Correios de Portugal são o operador postal universal em Portugal, operando também em Espanha e em Moçambique. Desenvolvem atividades de correio (incluindo o Serviço Postal Universal), de expresso e encomendas e de serviços financeiros, e são os únicos acionistas do Banco CTT, um banco com uma oferta simples mas completa de serviços bancários para particulares. Com raízes no ano de 1520, os CTT têm o exclusivo da emissão de selos com a menção Portugal e plataformas únicas de distribuição e atendimento ao cliente, com proximidade e conhecimento profundo da população e de todo o território.

Os CTT empregam 12.057 pessoas, das quais 11.600 em Portugal, país onde opera uma rede de 5208 lojas, das quais 619 próprias, 1711 em parceria, 2878 postos de venda de selos, a que se juntam 3939 agentes Payshop. Em 2015 os CTT obtiveram rendimentos operacionais de 727,2 M€, um EBITDA recorrente de 144 M€ e um resultado líquido de 72,1 M€. Nesse mesmo ano, os CTT transportaram 814,7 milhões de objetos de correio endereçado, a que se juntaram 473,4 milhões em correio não endereçado e 28,5 milhões de correio expresso e encomendas (14,4 milhões em Portugal e 14 milhões em Espanha).

Pin It on Pinterest