Pesca descarregada e gado abatido registaram aumentos

De acordo com dados publicados pela Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM), entre janeiro e setembro de 2016, a produção de ovos rondou os 17,0 milhões de unidades, diminuindo 1,2% em termos homólogos. O abate de frango evidenciou tendência semelhante diminuindo 2,6% face aos primeiros nove meses do ano anterior, totalizando 2 911,4 toneladas.

No que respeita ao gado abatido, constatou-se no período em referência, um aumento homólogo de 10,2%, atingindo as 707,2 toneladas.

“No domínio da pesca, os primeiros nove meses do ano caraterizaram-se por um aumento homólogo nas quantidades capturadas de pescado e por uma redução no valor de primeira venda. Com efeito, o volume de pesca descarregada fixou-se em 4 929,1 toneladas (+2,0%), enquanto o valor comercializado em primeira venda rondou os 12,9 milhões de euros (-1,7%).

Apesar de ter registado uma quebra nas quantidades capturadas de 3,2%, a espécie com maior volume de capturas nos primeiros nove meses deste ano foi o atum e similares (52,7% do total). Porém, o valor de comercialização dos tunídeos cresceu 2,2%. A captura de peixe-espada preto diminuiu 3,9%, enquanto o seu valor de primeira venda caiu 2,0%”,aponta a DREM

Registe-se, ainda, que o preço médio de pescado apurado na primeira venda para o período em referência foi de 2,61€ (2,70€ no mesmo período de 2015). No caso do  atum e  similares este indicador  atingiu 2,62€ (2,48€  no período homólogo) e para o peixe-espada preto os 3,64€ (3,57€ nos primeiros nove meses do ano precedente).

Pin It on Pinterest