PJ faz buscas na Ordem dos Enfermeiros

A Ordem dos Enfermeiros 8OE) está a ser alvo de buscas por parte da Polícia Judiciária (PJ), na sequência da denúncia de alegadas irregularidades financeiras. Fonte ligada à investigação confirmou à SIC Notícias que a operação se destina à “recolha de prova” relacionada com uma queixa efectuada pela bastonária da classe, Ana Rita Cavaco, que a 12 de Fevereiro avançou com dois processos disciplinares contra a sua vice-presidente e o director financeiro da instituição.

A Graça Machado são imputados factos como acumulação ilegal de ordenados e despesas sem justificação, enquanto José Lopes é acusado de ter alterado o sistema informático que controla as horas de trabalho e de não ter pago o IMI de vários imóveis propriedade da OE.

Acusados em processos disciplinar, Graça Machado e José Lopes denunciaram eventuais práticas ilegais no interior da OE, como pagamentos de viagens fictícias aos membros do conselho directivo, além de casas, electrodomésticos e despesas de vestuário.

Igualmente em declarações à TVI, o director financeiro e a vice-presidente, ambos suspensos de funções, acusaram a bastonária de irregularidades relacionadas com o preenchimento de despesas e com a reestruturação dos serviços jurídicos, alegadamente no próprio interesse de Ana Rita Cavaco.

Pin It on Pinterest