International Swim Marathon – Jack Burnell vencedor dos 10 kms

O Clube Naval do Funchal recebeu ontem a International Swim Marathon.

prova1O Clube Naval do Funchal recebeu ontem a International Swim Marathon que contou com a presença de 162 nadadores de vários escalões e nacionalidades. Na competição além da seleção nacional e muitos nadadores locais discutiram também os lugares cimeiros a seleção francesa que contou com 29 nadadores de topo entre outros países.

O nadador inglês Jack Burnell foi o grande vencedor cumprindo os 10kms de prova em 1h56 minutos: “Foi uma boa prova, havia alguma ondulação e corrente mas consegui descolar-me do pelotão e avançar bastante. Realmente com esta temperatura e este sol que permite ter uma grande visibilidade foi uma ótima prova”.

Na segunda posição ficou o alemão Andreas Waschburger e em terceiro lugar Axel Reymond. Charlyne Secrestat foi a primeira mulher que também integra a seleção francesa: “A água é muito salgada mas muito transparente, foi muito bom. Na costa francesa só conseguimos nadar no verão, foi mesmo bom”.

Com a bandeira lusa do Clube Tenis Elche – Matosinhos classificou-se Pedro Miguel Sousa: “Foi uma boa competição, nas primeiras voltas consegui andar sempre mo grupo da frente mas depois tive alguma dificuldade em os acompanhar e acabei por fazer o resto do percurso quase sozinho”. Angélica André foi a primeira portuguesa: “A vaga atrapalhou um bocadinho, não consegui manter-me no grupo da frente por isso acabei por fazer a prova quase sempre sozinha”.

A presidente do Clube Naval do Funchal mostrou-se satisfeita com o evento. “É sem dúvida uma prova com muitos pormenores, com muita segurança, estamos a falar de muita gente no mar, é preciso estar muito atento e com instruções precisas. Felizmente correu tudo bem, conseguimos dar resposta a todos os pedidos da Associação e da Federação de Natação, foi uma prova teste, agora já podemos candidatar-nos a provas europeias e mundiais. O facto do nosso plano de água em frente ao centro náutico ser excelente claro que também ajuda porque também de terra se pode acompanhar e apoiar os atletas”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

 

Pin It on Pinterest