“Vinho da Madeira promovido na Wine Summit 2017”

A partir desta quarta-feira e até dia 9 de Junho, o Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira, IP (IVBAM, IP – RAM), em articulação com as empresas do sector, estará presente na primeira edição do Wine Summit, em Cascais, para promoção do Vinho da Madeira.

A Wine Summit conta com um investimento de 600 mil euros e terá lugar no Centro de Congressos do Estoril, acolhendo os especialistas de vinhos mais influentes do mundo. A cimeira Must Fermenting Ideas – Wine Summit, conta com oradores, produtores, jornalistas, entre outros profissionais, oriundos do Brasil, Canadá, China, África do Sul ou de países de leste.

Este evento é dedicado ao presente e ao futuro da indústria do vinho, sendo que realizar-se-ão várias conferências, debatendo-se o que mais preocupa o universo vinícola e cujos temas de conferências e debates vão desde o enoturismo à comunicação, do marketing à produção ou às tendências da evolução dos vinhos, entre outros. Desta feita, o Vinho da Madeira conta com uma participação de destaque, integrando o painel Consumer Trends: “Is Madeira Wine out of this world?”, proferido pelo jornalista e crítico de vinhos Rui Falcão.

A Participação do IVBAM integrará um WineBar, de 7 a 9 de Junho, no Centro de Congressos, que funcionará nos intervalos das conferências, sendo que também estará presente no “Winesunset by the sea”, a ter lugar no Forte da Cruz, nos dias 7 e 8.

Em prova estarão os Vinhos da Madeira de cinco empresas Produtoras/Exportadoras: J. Faria & Filhos, Lda, Justino’s – Madeira Wines, S.A, Madeira Wine Company S.A., Pereira D’Oliveira (Vinhos), Lda, e Vinhos Barbeito (Madeira), Lda.

A presença do Vinho Madeira nesta cimeira internacional assume-se como mais um veículo de internacionalização da marca Vinho Madeira, que pela sua qualidade e excelência se pretende que seja, cada vez mais, apreciado em todo o Mundo.

A participação nestas feiras é cofinanciada em 85% por fundos comunitários, veiculados pelo Programa Madeira 14-20, sendo o restante montante suportado pelo orçamento regional.

 


PUB

Pin It on Pinterest